_MG_3066

Em Jerez para fechar ano no ‘Top-Ten’

O Circuito de Jerez – Ángel Nieto fecha este fim‑de‑semana a temporada 2018 do campeonato espanhol de velocidade e mais uma vez Kiko Maria vai estar na grelha de partida da sempre competitiva classe Pré-Moto3.

Com pilotos oriundos de 29 países divididos pelas diversas categorias, o lisboeta enfrenta duas dezenas de adversários com o objectivo de mais uma vez fechar a prova entre os dez melhores da classificação final.

“Este ano apenas não pontuámos em uma das sete corridas que fizemos e temos vindo sempre a progredir na classificação. Os dez primeiros é por isso o objectivo para fecharmos este ano de CEV.” comenta o jovem que aos 14 anos de idade continua a evoluir de forma notada a sua condução nos mais diversos circuitos da Península Ibérica.

Com 21 pontos já somados no campeonato o piloto da Marinelli Snipers Team ocupa a 14ª posição da classificação geral do mesmo entre os 25 pilotos que já pontuaram na categoria do longo deste ano.

26052018-26052018-PSB_7930

Kiko Maria: Duelo quente na Andaluzia

Foi debaixo de intenso calor que Kiko Maria enfrentou hoje no traçado andaluz de Jerez de La Frontera a ante-penúltima ronda do European Talent Cup. Depois de ter conseguido a qualificação no dia de ontem, tarefa discutida pela quase meia centena de pilotos presentes no regresso ás pistas destes competitivo campeonato, foi na 39ª posição que o jovem lisboeta qualificou para as duas corridas agendadas para o dia de hoje.

A descobrir pela primeira vez os 4.423 metros da pista do Circuito de Jerez – Angél Nieto o jovem lisboeta de 14 anos fechou as 15 voltas da primeira corrida na 27ª posição – ganhando 12 posições ao longo da mesma – para na segunda corrida do dia ser 29º mas conseguindo a sua melhor volta do fim‑de‑semana ao rodar abaixo do segundo 53 em 1m52.920.

“Estou muito satisfeito com este fim‑de‑semana, primeiro pela entrada na grelha de partida mas acima de tudo pelo que fiz em pista. Na primeira corrida consegui baixar em três décimas a minha melhor volta e na segunda corrida baixei mesmo ao segundo 52 o que me deixou bastante satisfeito. Mais importante que o resultado era a minha evolução numa pista que descobri pela primeira vez este fim‑de‑semana. O nosso trabalho continua a dar frutos pelo que só posso estar satisfeito com o que temos vindo a fazer ao longo deste segundo ano de competição.”

Um fim‑de‑semana de descoberta em Jerez de La Frontera coroado com mais uma excelente prestação e uma evolução constante ao longo de uma ronda onde pela primeira vez – e após quatro tentativas sem sucesso – o piloto da Marinelli Sniper Team conseguiu mesmo entrar no lote do qualificados para o European Talent Cup.

26052018-_JSB7290

Jerez no arranque final do FIM CEV

Uma semana depois de ter estado no Estoril na penúltima prova do campeonato nacional de velocidade, Kiko Maria está já na Andaluzia onde durante este fim‑de‑semana enfrenta a ante-penúltima prova do competitivo European Talent Cup no Circuito de Jerez – Angél Nieto.

Com os seus 4.428 metros de perímetro o traçado espanhol promete ser o cenário de mais uma dura ronda da competição onde o jovem lisboeta de 14 anos enfrenta 45 adversários também eles desejosos de conseguir alinhar nas corridas, pois no ETC o primeiro desafio é sempre o apuramento para entrar no lote dos 44 pilotos que serão apurados para a grelha de partida.

“Essa é sempre a primeira fase e a primeira barreira a ser ultrapassada, depois disso lutaremos pela melhor posição possível. Este campeonato sofreu uma grande evolução em termos de competitividade desde o passado ano e aqueles que em 2017 andavam na frente este ano têm sentido dificuldades. Mas temos vindo a desenvolver um bom trabalho e penso que vamos entrar no lote dos qualificados. Vai ser mais um fim‑de‑semana exigente com as temperaturas elevadas, mas será igual para todos.” comenta o piloto da Marinelli Sniper Team depois de ter conseguido no passado fim‑de‑semana mais uma vitória no campeonato português, conseguida no Circuito do Estoril.

unspecified-26

Sentimentos mistos no Estoril

No regresso ao campeonato nacional e ao Circuito do Estoril, que recebeu pela terceira vez o campeonato, Kiko Maria enfrentou este fim‑de‑semana uma prova de extremos em termos de sentimentos.

Depois de ter conseguido a ‘pole’ nos treinos cronometrados para a primeira das duas corridas, realizada no Sábado, foi na mesma primeira posição que o piloto lisboeta, com apenas 14 anos de idade, fechou um intenso duelo pela vitória que na linha de meta viu o seu principal rival na luta pelo titulo ser segundo a menos de oito décimas no final de intensas 14 voltas aos recentemente asfaltados 4.182 metros do traçado.

“Foi uma corrida fantástica sempre debaixo de uma enorme pressão e subir ao degrau mais alto do pódio foi espectacular. Uma vitória suada no final de uma corrida onde o respeito e a lealdade em pista foram uma constante.”

Moralizado pela vitória no Sábado era com natural expectativa que aguardava pelo agendado segundo duelo, mas esse mesma segunda corrida, agendada para Domingo, não se realizou depois do acidente que vitimou o piloto Sérgio Leitão, concorrente de uma outra categoria do campeonato.

“Indescritível o que sentimos nestes momentos e os meus pensamentos estão com a família, amigos e equipa do Sérgio. Ele era um de nós aqui no ‘paddock’ e estas tragédias custam sempre a aceitar. Infelizmente todos os esforços feitos pelos comissários, médicos e socorristas não teve o resultado desejado.”

Com a vitória conseguida no dia de Sábado o piloto da BeOn da Marinelli Snipers recuperou cinco dos onze pontos que tinha de atraso face ao líder do campeonato, aguardando agora pela decisão quanto à realização da segunda prova inicialmente agendada para o dia de ontem.

unspecified-42

Kiko Maria: Regresso ao Estoril para lutar

No arranque das derradeiras duas jornadas do campeonato nacional de velocidade o jovem Kiko Maria está preparado para lutar pelo título nacional na classe Pré-Moto3. Aos 14 anos de idade o jovem lisboeta estará no novo asfalto do Circuito do Estoril este fim‑de‑semana (22 e 23 de Setembro) com o objectivo claro de se manter na luta pela primeira posição do campeonato.

“São duas finais que tenho que enfrentar neste fecho de época. Os dois abandonos ao longo do ano condicionaram de alguma forma o campeonato e forçam-nos a ter que dar o máximo nestas duas corridas. Vamos entrar com o objectivo de estar sempre na frente e recuperar pontos para a concorrência, tem que ser essa a opção, não temos outra neste momento.” comenta o piloto da Marinelli antes de rumar ao recentemente asfaltado circuito, no que será também uma novidade para todos os pilotos.

“Estou muito curioso com o novo asfalto do circuito. Sei que as motos foram alvo de especial atenção e preocupação aquando da colocação do novo tapete e espero que seja mesmo uma melhoria que nos ajude a evoluir, melhorar e acima de tudo ter sempre elevado nível de segurança. Será mais um factor a ter em conta ao longo dos treinos e corrida.”

Com três vitórias e dois abandonos em 2018 Kiko Maria tem pela frente a árdua tarefa de recuperar onze pontos de atraso no campeonato e a primeira etapa dessa recuperação começa já amanhã quando entrar para a pista e iniciar as primeiras sessões de treinos.

foto ceu azul

Céu e Inferno no calor do sul

Apostado em repetir a vitória da primeira ronda do CNV realizada no Estoril, Francisco ‘Kiko’ Maria esteve este fim‑de‑semana no Autódromo Internacional do Algarve para cumprir jornada dupla do campeonato interno aos comandos da sua BeOn.

Familiarizado com as rondas duplas por força da sua participação no campeonato espanhol (CEV) e European Talent Cup (ETC) o lisboeta qualificou na quarta posição para ambas as corridas realizadas, a primeira no Sábado e a derradeira já no Domingo, ambas com 12 voltas de duração aos 4.592 metros do circuito algarvio que cumpre uma década de existência neste ano de 2018.

Duas corridas com resultados opostos pois no Sábado foi no degrau mais alto do pódio que Kiko Maria fechou a contenda face aos restantes 16 adversários de pista, divididos pelas PreMoto3, SS300 e 85GP, terminando com pouco mais de 1 segundo de vantagem sobre o segundo classificado. Na segunda corrida, debaixo de elevadas temperaturas, o líder do campeonato nacional foi forçado a abandonar ainda na fase inicial da corrida, somando o primeiro abandono do ano.

“Mesmo com o abandono da segunda corrida deixo Portimão muito satisfeito. O abandono não estava previsto mas são situações que fazem parte das corridas. Senti-me bem ao longo de todo o fim‑de‑semana e voltei a mostrar que estou na luta pelo título. Esse é um dos meus objectivos e na próxima prova no Estoril quero regressar ao degrau mais alto do pódio.”

O abandono prematuro no AIA ditou o final de uma série de três vitórias consecutivas no CNV pois desde a derradeira corrida de 2017 Kiko Maria tinha sido sempre vencedor no campeonato interno. No final do mês está de volta ao CNV e ao Circuito do Estoril para defender a liderança do campeonato e lutar por mais uma vitória neste época 2018.

_MG_4643

Vitória no CNV é objectivo

Com o campeonato nacional de velocidade a regressar ás pistas no próximo fim‑de‑semana o lisboeta Francisco ‘Kiko’ Maria ‘aponta baterias’ ao lugar mais alto do pódio na sua categoria. Depois de vencer na abertura da época lusa Kiko quer repetir a dose no circuito do Autódromo Internacional do Algarve para solidificar o comando do campeonato.

“Quero voltar a vencer no campeonato nacional e é com esse objectivo que vou para a corrida no AIA. É uma pista fantástica onde me sinto muito bem e onde consegui o meu primeiro pódio no passado ano. As últimas semanas têm sido marcadas por uma sucessão de corridas mas não será por esse motivo que vou ser menos competitivo, antes pelo contrário. Quero repetir o resultado do Estoril e estar de novo no topo do pódio.”

Depois de duas provas consecutivas no asfalto espanhol do Barcelona-Catalunha o piloto da BeOn regressa de novo a solo português para aquela que será a segunda etapa do campeonato interno, que lidera depois de ter ganho no arranque de ano no Estoril.

unspecified-44

Kiko Maria: Catalunha ‘agridoce’

No regresso ao circuito Barcelona-Catalunha e ao European Talent Cup o lisboeta Francisco ‘Kiko’ Maria assinou hoje as suas melhores voltas de sempre na pista nos arredores da Cidade Condal não conseguindo no entanto a desejada qualificação para integrar a grelha de partida para a corrida a realizar amanhã nos 4.627 metros do traçado.

Depois de conseguir quebrar a barreira dos dois minutos por volta nos testes que antecederam a realização da prova e melhorar em quatro décimas esses mesmos registos o piloto da Marinelli Sniper Team assinou na sua melhor volta um registo de 1m58.296 segundos, ficando mais uma vez perto da qualificação num campeonato onde o nível cresceu de forma meteórica, como espelha o facto do vencedor da prova no ano passado não ter conseguido igualmente o apuramento para as 15 voltas de corrida a realizar amanhã.

“Qualificar continua a ser o grande objectivo neste competitivo campeonato. O nível cresceu bastante para este segundo ano e ver o vencedor desta mesma corrida no ano passado ficar de fora demonstra bem como se anda neste momento no ETC. Realizei aqui duas corridas consecutivas e melhorei bastante ao longo destes dias. É pena não ter qualificado mas a minha evolução deixa-me bastante satisfeito e animado pois continuo a evoluir.” revela o piloto no final de uma jornada ‘agridoce’ em solo da Catalunha.

A próxima prova de Kiko Maria será no Autódromo Internacional do Algarve onde discutirá a segunda ronda do campeonato nacional de velocidade apostado em manter a liderança na classe Pré-Moto3 depois da vitória que alcançou na prova de arranque de época no Circuito do Estoril.

unspecified-38

Kiko Maria: Desafio catalão no ETC

Numa fase de temporada mais uma vez marcada por uma sucessão de corridas fim‑de‑semana após fim‑de‑semana, Francisco ‘Kiko’ Maria está já a caminho do circuito Barcelona-Catalunha para enfrentar a terceira ronda do European Talent Cup.

Quinze dias depois de ter ficado ás ‘portas’ do ‘top-ten’ numa das duas corridas do campeonato espanhol (CEV) realizadas no circuito catalão, o jovem lisboeta não se mostra deslumbrado com o resultado anterior e continua a ter como principal objectivo conseguir a qualificação para as corridas deste competitivo European Talent Cup.

“Depois do resultado do CEV cumprimos aqui um dia de teste e consegui mesmo rodar abaixo dos dois minutos, o que nunca antes tinha atingido. Agora, e depois dessa barreira quebrada, quero repetir esses registos por volta e tentar a qualificação para as corridas do ETC, o que ainda não consegui este ano. Será esse o meu desafio na Catalunha desde o primeiro momento em que sair para a pista.”

O actual líder do campeonato português Pré-Moto3 poderá aproveitar o facto de já estar mais à vontade no novo asfalto do circuito, bem como o novo desenho do traçado que recupera a anterior configuração da Curva 13 – com maior área de escapatória – e a descida directa para a derradeira curva sem a ‘chicane’ anteriormente utilizada.

Em Barcelona será realizada apenas uma corrida elegível para o ETC, um competitivo campeonato onde Kiko Maria tenta brilhar e evoluir nas suas prestações perante um pelotão onde estão mais meia centena de pilotos desejosos de mostrar os seus dotes perante as equipas que integram o FIM CEV, grande parte delas formações também com posição no MotoGP.

1F5A7145

Ás portas do ‘top-ten’ no Barcelona-Catalunha

Moralizado e preparado para voltar a pontuar no competitivo campeonato espanhol de velocidade o jovem Francisco ‘Kiko’ Maria esteve este fim‑de‑semana no circuito de Barcelona-Catalunha para aquela que foi a segunda jornada do CEV, novamente com duas corridas na agenda tal como tinha acontecido no arranque da época em Albacete.

Neste seu segundo ano de competição o jovem lisboeta integra a equipa da Marinelli Snipers Team – a equipa onde compete o italiano Romano Fenati no campeonato do mundo de Moto2 – e aos comandos da sua Beon confirmou no final da qualificação os bons registos feitos nos treinos livres no dia anterior onde rodou dez segundos abaixo da sua melhor volta em 2017, aproximando da barreira dos dois minutos numa volta aos 4.627 metros do circuito catalão.

Arrancando da 20ª posição na grelha de partida o Kiko Maria era 17º no final da volta de abertura subindo de forma gradual até ao 14º posto final onde cruzou a linha de meta no final das doze voltas de corridas, antes de três pilotos que terminaram na sua frente terem sido penalizados e desta forma ao jovem piloto ter sido atribuída a 11ª posição final. Na segunda corrida foi na 17ª posição que terminou as 12 voltas, não conseguindo pontuar pela quarta vez em 2018 como era sua intenção.

“Foi um fim‑de‑semana muito positivo e recheado de evolução positiva. Consegui melhorar os meus registos por voltas e aproximar-me mesmo de registos abaixo dos dois minutos o que é muito melhor do que em 2017. A primeira corrida foi a mais divertida e no final conseguir cinco pontos para o campeonato foi muito bom, mas mais importante para mim foi rodar ainda mais rápido no Domingo que no Sábado – fui mais de meio segundo mais rápido na minha melhor volta – e isso mostra que continuamos a crescer e a melhorar corrida após corrida. O resultado não foi o que queria mas fico muito contente com o que fiz e animado para as próximas corridas.” palavras do jovem recruta da equipa italiana com a qual está também no European Talent Cup em 2018.

A próxima corrida de Kiko Maria será a segunda ronda do campeonato nacional onde vai defender a liderança depois da vitória conseguida no Estoril na abertura da temporada.

Find Us

Address
123 Main Street
New York, NY 10001

Hours
Monday—Friday: 9:00AM–5:00PM
Saturday & Sunday: 11:00AM–3:00PM

About This Site

This may be a good place to introduce yourself and your site or include some credits.

Name
E-mail
Kiko Maria White

© 2019 Kiko Maria. Todos os direitos reservados.

+351 969 222 227